Wanderlei Oliveira

Comrades, um sonho realizado!

Foto crédito – Anderson Mouro – ADRIANO ABRAMAVICUS – Estadio Icaro de Castro Mello

Mais que um desafio pessoal, esta corrida foi a conquista mais importante da minha curta carreira de “atleta”.

Há pouco tempo atrás esta palavra “atleta” soava como algo muito distante, quase impossível.
Hoje depois desta façanha de correr 90 quilometros em ambos os  sentidos da prova (up este ano down run no ano passado), e com um grande desgaste físico e emocional, que um confronto interno como este propicia, me sinto sim um atleta e um ser humano muito mais forte.
Como o próprio mote que define a Comrades: “it will define you” (ela marcará você).
Estou marcado por toda a minha vida. Cada quilometro percorrido, cada vibração pelo apoio dos Africanos, cada momento de choro antes, durante e depois da largada, cada gota de suor deixada na estrada que liga as cidades de Pietermaritzburg a Durban, estarão para sempre na minha mente e no coração.

Eu comecei a chorar muito e quando entrei no estádio senti uma energia tão grande, de arrepiar.

Assim que passei pela linha de chegada, só consegui pegar a medalha, procurar alguém que eu conhecesse e chorar. Era muita emoção junta!
Foi uma prova que me ensinou muito a conviver comigo mesmo, a superar a dor e o principal: a administrar minha própria mente.

Foi uma experiência para toda vida

A única certeza que eu tenho é que essa prova é mais uma peregrinação do que uma competição. O sul-africano é apaixonado por ela, e nós corredores, logo de cara, compreendemos essa relação do povo com a Comrades Marathon.

Adriano Abramavicus, 41 anos, economista e executivo do setor automobilístico. 10 horas e 26 minutos no ano passado percurso em descida e 9 horas e 56 minutos este ano na subida.

Wanderlei Oliveira

Técnico fundador do Clube Corpore, em 1982, e do Pão de Açúcar Club, em 1992. Desde 2000 é comentarista e blogueiro.

comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Wanderlei Oliveira

Iniciou no atletismo em 1965. Já percorreu o equivalente à três voltas ao redor do planeta Terra. Técnico fundador do Clube Corpore, em 1982, e do Pão de Açúcar Club, em 1992. Desde 2000 é comentarista e blogueiro.

Mais Categorias