Wanderlei Oliveira

A importância do descanso após a Maratona

42 km de Floripa – Santa Catarina

1 – Qual a importância do descanso depois de uma competição?

Do ponto de vista de saúde, existem três fatores importantes que são observados na prática esportiva como auxílio na qualidade de vida: alimentação adequada ao gasto calórico conforme atividade física; treinamento, de acordo com o atual nível técnico e interesse do praticante, e o descanso.
Conforme pesquisas apresentadas no American College of Sports Medicine, em Baltimore – Maryland nos Estados Unidos, foi demonstrado como reage o organismo de um atleta que é submetido a provas de longa duração (superiores a 4 horas de esforço).
Quando um atleta participa de uma competição, sua musculatura “sofre” microtraumas – não se preocupem, pois é natural, daí a necessidade das 48 horas de recuperação (este é o tempo que o nosso organismo leva para se recuperar de um esforço mais intenso).

2 – Como o atleta descansa? Pára totalmente, diminui apenas o volume (quilometragem)? Pára de fazer alguma modalidade específica?

Nos dias que seguem a uma competição como a Meia Maratona na distância de 21 quilômetros, o ideal recomendado pelos médicos fisiologistas, é fazer outras atividades como: alongamentos, natação (de forma relaxante), pedalar em bicicleta ergométrica, massagem, ou mesmo como algumas pessoas preferem – dormir até mais tarde.
Portanto, fica contra indicado: trabalhos com sobrecarga, em academia e corrida em ritmo forte.
Outro fato, apresentado no American College – é que durante o descanso o músculo se fortalece (não confundam sedentarismo – e sim estímulo e recuperação).
No auge de sua carreira esportiva, o astro americano do basquete, Michael Jordan, nos intervalos dos jogos mais difíceis da NBA, costumava ficar a beira da piscina, totalmente largado. Certa ocasião um repórter perguntou por que ele fica ali parado, de óculos escuros, tomando suco de laranja e olhando para o nada. Com sua expertise e sabedoria, respondeu: – o meu técnico disse que o descanso faz parte do treino. Outra curiosidade do superstar é que na adolescência praticava atletismo e se destacou no salto em altura, apesar de sua baixa estatura (1m98) para o basquete atual. Daí ter ganho o apelido de “Air Jordan” devido as suas enterradas de cestas miraculosas. Jordan é detentor de duas medalhas de ouro olímpicas: – Los Angeles em 1984, como amador e Barcelona, 1992, já como profissional com o “Dream Team”

Paula Narvaez Teixeira – 3h30 nos 42k de Floripa

3 – Quanto tempo dura isso e como ele retoma? O bom descanso prepara para uma boa temporada?

Para distâncias como a maratona (42.195 metros), o ideal é um dia de descanso para cada quilometro corrido, e não participar de mais de uma maratona por ano, para evitar o envelhecimento precoce das células.
Quanto maior o tempo de esforço como nas provas de ultramaratona (100 Km ou mais), e o Ironman – 3.8 Km de natação, 180 Km de ciclismo e 42.2 Km de corrida, os cuidados são triplicados, e para a maioria dos mortais é contra indicado.
O início de cada nova temporada é logo após o descanso. Se o atleta não se recuperou por completo não deve jamais iniciar os treinamentos. A moderna metodologia de treino preconiza: – recuperação, adaptação, fase básica, fase específica, fase competitiva e novamente – descanso (recuperação), novo ciclo.

Wanderlei Oliveira

Técnico fundador do Clube Corpore, em 1982, e do Pão de Açúcar Club, em 1992. Desde 2000 é comentarista e blogueiro.

comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Wanderlei Oliveira

Iniciou no atletismo em 1965. Já percorreu o equivalente à três voltas ao redor do planeta Terra. Técnico fundador do Clube Corpore, em 1982, e do Pão de Açúcar Club, em 1992. Desde 2000 é comentarista e blogueiro.

Mais Categorias