A matemática da corrida

Foto crédito: José Cássio Oliveira (@josecassio.oliveira.3)

Acerte o passo. No treino de ritmo. 

No domingo, dia 15 de setembro de 2019, completei minha 321 prova oficial na distância de 10 quilômetros. Para avaliar como estava minha condição física, no dia 6 de setembro, uma sexta-feira, 9 dias antes da prova, realizei o treino técnico de ritmo na distância de 5.000 metros em pista de atletismo. Resultado de 22 minutos e 28 segundos, média de 4 minutos e 28 segundos por quilômetro.

É um ótimo treino para se ter a noção exata do ritmo a ser aplicado em uma competição.

Os 10 km foi realizado na Marginal Pinheiros, evento comemorativo aos 120 anos do Esporte Clube Pinheiros. 45 minutos e 43 segundos foi o tempo oficial, para um ritmo médio de 4 minutos e 34 segundos, com parciais de 23 minutos e 5 segundos e 22 minutos e 38 segundos com “Split negativo” quando a segunda parcial é mais rápida do que a primeira.
Se no treino técnico fui capaz de correr para 22’28, percurso plano, na prova com algumas variações do percurso, subidas suaves, poderia dobrar a distância. Assim o fiz. Mas, só foi possível devido ao volume de rodagem que possuo. Há mais de 40 anos correndo na média 10 km por dia.

“O que faz parar é o ritmo forte, e não a distância”

Avatar

Wanderlei Oliveira

Técnico fundador do Clube Corpore, em 1982, e do Pão de Açúcar Club, em 1992. Desde 2000 é comentarista e blogueiro.

2 comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Wanderlei Oliveira

 

Iniciou no atletismo em 1965. Já percorreu o equivalente à três voltas ao redor do planeta Terra. Técnico fundador do Clube Corpore, em 1982, e do Pão de Açúcar Club, em 1992. Desde 2000 é comentarista e blogueiro.

Mais Categorias

O que andam falando…