Atletismo Sem categoria

João do pulo

João Carlos de Oliveira - Salto Triplo

João Carlos de Oliveira – Salto Triplo

Nos Jogos Olímpicos de 1896, em Atenas, na Grécia, não havia a medalha de ouro. O primeiro colocado ganhava uma medalha de prata e uma coroa de louros. O segundo, uma de bronze e o terceiro, não recebia nada.

A primeira participação do Brasil no atletismo foi nos Jogos Olímpicos de 1924, em Paris, na França. A seleção era composta por 12 atletas. Desde então, o Brasil conquistou 16 medalhas: 5 de ouro, 3 de prata e 8 de bronze.

Adhemar Ferreira da Silva, no salto triplo conquistou duas medalhas de ouro, em 1952, em Helsinque, na Finlândia e, em 1956, em Melbourne, na Austrália. Em Los Angeles, 1984, nos Estados Unidos, Joaquim Carvalho Cruz, venceu os 800 metros e conquistava a primeira medalha de ouro na corrida. Maurren Higa Maggi, em Pequim, 2008, na China, conquistava a medalha de ouro no salto em distância, a primeira das mulheres. Nos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, em 2016, Thiago Braz da Silva, venceu o salto com vara com 6m03 estabelecendo novo recorde olímpico.

As três medalhas de prata foram conquistadas por Nelson Prudêncio, no salto triplo, no México, em 1968. Joaquim Carvalho Cruz, nos 800 metros, em Seul, na Coréia do Sul, em 1988 e no revezamento 4×100 metros, em Sydney, 2000, na Austrália, com André Domingos, Claudinei Quirino, Edson Luciano Ribeiro e Vicente Lenilson.

A primeira de bronze foi com José Telles da Conceição no salto em altura, em Helsinque, em 1952, na Finlândia. Em 1972, em Munique, na Alemanha, Nelson Prudêncio no salto triplo conquistava sua segunda medalha. Em 1976, em Montreal, no Canadá e 1980, em Moscou, na União Soviética, João Carlos de Oliveira, o “João do Pulo”, conquistava duas medalhas de bronze no salto triplo. Robson Caetano da Silva, nos 200 metros, em Seul 1988, na Coréia do Sul, conquistou a medalha de bronze. No ano de 1996, em Atlanta, nos Estados Unidos, o revezamento 4×100 metros formado por: André Domingos, Arnaldo Oliveira, Edson Luciano Ribeiro e Robson Caetano, conquistavam a medalha de bronze. Em 2004, na cidade histórica de Atenas, na Grécia, Vanderlei Cordeiro de Lima, foi medalha de bronze. Em 2008, em Pequim, a equipe do revezamento 4×100 metros formado pelas atletas: Rosemar Coelho Neto, Lucimar de Moura, Thaissa Presti e Rosângela Santos, conquistaram a medalha de bronze (receberam a medalha somente em 2016, após o Comitê Olímpico Internacional punir a equipe da Rússia por doping).

O atletismo é o esporte que mais distribui medalhas: 141 no total, sendo 47 de ouro.

Sobre o autor

Wanderlei Oliveira

Wanderlei Oliveira

Técnico fundador do Clube Corpore, em 1982, e do Pão de Açúcar Club, em 1992. Desde 2000 é comentarista e blogueiro.

1 Comentário

Deixe o seu comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.