História de um vencedor aos 80 anos

Atletismo Maratona de Nova York

Oswaldo Silveira, foi maître do Hotel Frontenac em Campos do Jordão, que conquistou o título inédito em sua categoria na 40a. edição da Maratona mais famosa do mundo, a de Nova York, no dia 7 de novembro de 2010, aos 80 anos.

Trabalhava como maître de hotel 12 horas por dia, pratica atividade física diariamente e em seus momentos de lazer gostava de dançar e estar com a família.

Nasceu em 13 de janeiro de 1930, em São Sebastião da Grama, interior de São Paulo. Teve três filhos, duas mulheres e um homem. Estudou inglês, francês e espanhol, fez diversos cursos ligados a área de gastronomia, inclusive o de enófilo.

Ao longo de seus 60 anos na profissão, passou por diversos lugares conceituados. Sua rotina era bastante movimentada. Dormia à meia-noite e levantava ainda de madrugada, se preparava, fazia 15 minutos de alongamentos e, às 4h25, pontualmente, lá ia Oswaldo pelas ruas da cidade conhecida pelo seu ar puro e uma natureza privilegiada correr de 10 a 15 quilômetros por dia. Voltava, toma seu banho e começava mais uma batalha. Mas, para manter o pique sempre em alta, fazia um breve descanso após a corrida e outro no período da tarde. Em sua folga, às segundas e terças-feiras, corria no Parque do Ibirapuera, em São Paulo.

Sua vida de atleta teve início aos 54 anos, depois de ter sido afastado do time de futebol na empresa que trabalhava na época, por acharem que já estava sem fôlego devido à idade, fato que o levou a entrar em uma academia para ganhar mais condicionamento. Depois de uma série de exames médicos, a monitora pediu que andasse 10 minutos e trotasse mais 10. Isso foi à porta de entrada para a corrida. A partir de 1993, começou a treinar objetivando competições nacionais e internacionais, sempre orientado pelo seu amigo e técnico Wanderlei Oliveira.

Em seu histórico constam onze maratonas, três em São Paulo (o melhor tempo de 4h15min), sete em Nova York (melhor tempo de 4h13min – 2º colocado em sua categoria, onde foi homenageado pelo Clube de Corredores de Rua de Nova York) e uma em Paris (melhor tempo pessoal, de 3h59min). Resultados conquistados após completar 70 anos.

Foi o vencedor por dez vezes dos 10K da Tribuna FM em Santos, com 48 minutos (recorde pessoal).

Oswaldo Silveira foi um exemplo de determinação para diversas pessoas que hoje vivem acomodadas no sedentarismo, tristes e sem menor auto-estima.

Entre tantas atividades e projetos, lançou em agosto de 2004, em Campos do Jordão, o livro “Bastidores da Gastronomia”, que mostra um pouco de sua vasta trajetória de vida e contribui de alguma forma para as pessoas de um modo geral, em especial para estudantes e profissionais da área, o que existe por trás de um cenário cercado de glamour e aprendizado. Fatos marcantes, gafes e gostos de famosos, um pouco da história da hotelaria vista sob a ótica de quem acompanhou de perto inúmeros pedidos e cenas que marcaram épocas, ou melhor, seis décadas.

“Acho que velhice é você se entregar para ela… Tem muita gente que se entrega antes do tempo.” Oswaldo Silveira (envelhescencia)

“Se você não der um passo à frente você permanecerá sempre no mesmo lugar.” Oswaldo Silveira (envelhescencia).

“Nosso corpo é reflexo de como o tratamos.” Oswaldo Silveira (envelhescencia)

Fotos crédito: Fernanda Paradizo (@fparadizo / www.ferndaparadizo.com)

Sobre o autor

Wanderlei Oliveira

Wanderlei Oliveira

Técnico fundador do Clube Corpore, em 1982, e do Pão de Açúcar Club, em 1992. Desde 2000 é comentarista e blogueiro.

Deixe o seu comentário

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.