Wanderlei Oliveira

Da favela para o Mundo

Repórter Carlos Cavalcante

O poder de transformação do esporte

Conheci o Carlos Cavalcante em 1973 na pista de atletismo do Centro Olímpico de Treinamento e Pesquisa no Ibirapuera em São Paulo. Ele com 14 anos começando a se destacar no salto com vara e eu com 13 anos, saindo dos 100 metros para os 400 metros.

Carlos Cavalcante cresceu em uma favela na cidade de São Bernardo do Campo. Aos 6 anos, engraxava sapatos nas ruas da cidade, vendia jornais, sorvetes e sempre teve a preocupação com a família e o respeito aos estudos. É formado em Educação Física, em 1979, Jornalismo em 1986, Direito em 1997, Propaganda e Publicidade em 1999 e Administração de Empresas em 2004 com Pós Graduação em 2007.

No atletismo conquistou vários títulos: – Campeão Paulista, Campeão Brasileiro e Sul Americano. Ganhou títulos dos Jogos Regionais, nos Jogos Abertos do interior, foi recordista brasileiro dos Jogos Estudantis e sagrou-se tricampeão Brasileiro universitário. Na seleção Brasileira ajudou o Brasil a conquistar o Tri-Campeonato Sul Americano Juvenil e o Penta-Campeonato de Adultos.

Seus melhores resultados foram: 3 metros e 80 centímetros com vara de bambu e 4 metros e 60 centímetros com fibra de vidro.

Virou repórter de televisão

Iniciou em 1986 na Rádio e Televisão Bandeirantes na equipe de esportes. No ano de 1990 foi para o Sistema Brasileiro de Televisão – SBT, onde realizou reportagens especiais no Brasil e no exterior, com matérias de impacto no jornal “Aqui Agora” e até recentemente foi repórter da Record no quadro “Patrulha do Consumidor” do Programa “Hoje em Dia”. Recebeu vários prêmios no Brasil e exterior, como: Personalidade do Rotary Internacional, prêmio destaque profissional do Governo do Estado de São Paulo, prêmio Cavaleiro do Governo do Amazônia, comenda da Revolução Constitucionalista de 1932,  por 7 vezes recebeu o Troféu Comunicação e Destaque como um dos principais repórteres da TV Brasileira e Título de Cidadão São Bernardense.

Nos mais de 35 anos como repórter realizou matérias no Japão, China, Estados Unidos, Israel, Tailândia, Singapura, Bali, Coréia, Malásia, Jordânia, México, Colômbia, Itália, França, Holanda, Bélgica, Turquia, Alemanha, Suíça, Argélia, Arábia Saudita, Sudão, Marrocos, Grécia e outros países.

Em dezembro de 2014, às 5 horas da madrugada na Praça Roosevelt junto com uma equipe de fotógrafos, produtores e seguranças iniciávamos as primeiras produções para a Revista RUNNER’S World na qual eu seria a capa. Sempre com instinto apurado de repórter investigativo aparece o Carlos Cavalcante correndo, de imediato percebeu o que estava acontecendo e disse: – peguei você de surpresa.

A pandemia me fortaleceu, disse Carlos Cavalcante ao término dos 10 km em 55 minutos e 31 segundos, média de 5 minutos e 33 segundos, realizados na madrugada desta segunda-feira (08), em São Paulo, capital.

Passando essa pandemia irá lançar o livro da Favela para o Mundo , onde conta essa trajetória de lutas e sucesso.

Atualmente Carlos Cavalcante, 62 anos, é pré-candidato a vereador de São Paulo. Conhecido como o Repórter do Povo, já correu várias provas de 10 km e a famosa Meia-Maratona (21 km) de Lisboa, Portugal. Instagram: @reportercarloscavalcante

dbbwanderlei

Técnico fundador do Clube Corpore, em 1982, e do Pão de Açúcar Club, em 1992. Desde 2000 é comentarista e blogueiro.

comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

  • Gratidão meu irmão por esse carinho imenso. Vice só esqueceu de dizer que me resgatou para a corrida, junto ao lendário Grupo Run For Life, criado por sua pessoa. Sua figura é hoje um sucesso internacional, participando de ações sociais e projetos de impacto no desenvolvimento do Atletismo, nas corridas de rua. Treinou pessoas , como o empresário Abilio Diniz, e como diretor de Esportes do Grupo Pão de Açúcar , mudou o conceito esporte-empresa. Seu livro está sendo aguardado com muita expectativa. Ah em tempo, o mestre Wanderlei é um grande Mestre Salas.. obrigado

Wanderlei Oliveira

Iniciou no atletismo em 1965. Já percorreu o equivalente à três voltas ao redor do planeta Terra. Técnico fundador do Clube Corpore, em 1982, e do Pão de Açúcar Club, em 1992. Desde 2000 é comentarista e blogueiro.

Mais Categorias