Corredor raiz

Foto crédito: Eliete Mouro – Rosana Brambilla, Marcelo Ferraro e Wanderlei Oliveira

Eu sempre gostei de correr e nadar.

Comecei no inicio dos anos 1980 incentivado pelos meus pais que sempre me apoiaram. No começo corria provas de 5 km e 10 km, que tinha na época. No ano de 1986, quando cursava Educação Física na Universidade de Sao Paulo, comecei a treinar com a equipe da CORPORE – Corredores Paulistas Reunidos: Edson Bergara, Claudio Ribeiro, Moacir Marconi, Jose Antonio Ferreira, Advaldo Cardoso Neves, Nelson Teodoro Gomes, Reinaldo Dorotheia Sange, Celio Bento, atletas que corriam os 5.000 metros na casa dos 14 minutos, os 10.000 metros em pista para 29 minutos e a maratona entre 2 horas e 13 minutos e 2 horas e 15 minutos.

Nessa época corria de tênis bamba. Tênis importado era muito difícil.

Meus melhores resultados foram: 8 minutos e 45 segundos nos 3.000 metros, 9 minutos e 40 segundos nos 3.000 metros com obstáculos, 15 minutos nos 5.000 metros e 31 minutos nos 10.000 metros. Na rua, meus tempos eram próximos, oscilavam 30 segundos a 60 segundos acima dependendo do tipo de percurso, se havia subidas.

Fazia series de 200 metros para 28 segundos com sapatilhas específicas, 400 metros para 66 segundos, 1.000 metros para 2 minutos e 55 segundos. Bons tempos. Treinar com atletas mais forte, sempre me motivava a fazer o meu melhor. Cheguei a vencer algumas provas de Biatlo, corrida e ciclismo ou natação e corrida e, também provas no triatlo olímpico de 1.500 metros de natação, 40 km de ciclismo e 10 km de corrida, que começavam a crescer no Brasil na década de 1980.

Hoje, aos 55 anos, continuo correndo 5 vezes por semana e nadando 2 vezes. Há 18 anos moro nos Estados Unidos e próximo a minha casa tem uma pista de atletismo onde treino uma vez por semana. Atualmente corro os 5 km na casa dos 21 minutos e os 10 km em 44 minutos. Estou treinando para uma prova de 21 km,  em Miami, onde moro. Tenho dois amigos, que treinavam comigo na CORPORE e moram próximo, estamos sempre juntos, o Marcelo Holcberg, 56 anos, técnico de triatlo e o Aldo Virado, 54 anos.

Sou um corredor raiz, não uso GPS nos treinos, utilizo um relógio com cronometro, minha alimentação é natural, não uso nenhum suplemento. Os anos passaram, os tempos aumentaram, mas o gosto e a vontade de correr continuam. Só paro quando morrer, Marcelo Ferraro.

Avatar

Wanderlei Oliveira

Técnico fundador do Clube Corpore, em 1982, e do Pão de Açúcar Club, em 1992. Desde 2000 é comentarista e blogueiro.

4 comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

  • Marcelo Ferrado sempre para nós um exemplo de corredor e grande esportista, além de se dedicar bem aos treinos sobre a orientação do professor Wanderlei de Oliveira , após os treinos tomava seu banho no próprio ginásio do Ibirapuera e partia para se trabalho . O Marcelo sempre nos demonstrou suas qualidades , caráter valorizando a cada amigo ( a ) que fazia parte do grupo de treinamento do professor Wanderlei ou não! Só tenho que agradecer o grande amigo e atleta de equipe Marcelo Ferrari pelo carinho e apoio que sempre me deu nos treinos e nas competições …Fiquei muito feliz de poder obter notícias de você e também vê em grande forma ao lado do nosso grande Colt Wanderlei de Oliveira…Sdssss!!!;

Wanderlei Oliveira

 

Iniciou no atletismo em 1965. Já percorreu o equivalente à três voltas ao redor do planeta Terra. Técnico fundador do Clube Corpore, em 1982, e do Pão de Açúcar Club, em 1992. Desde 2000 é comentarista e blogueiro.

Categorias

O que andam falando…