Wanderlei Oliveira

Comrades 2017

Comrades Marathon – Cleber Isbin

Foram quatro meses de preparação para a rainha das ultramaratonas, a Comrades.
A distância de 87,6km em estrada de asfalto com a predominância de subidas seria algo novo em minha vida, e tudo que é novo quando se trata de corrida, me geram sentimentos de medo e respeito.

 A preparação levou o meu corpo ao extremo, foram inúmeros treinos em subidas, intervalados e longões aos sábados, o maior dos longões foi de 60 km, restando 3 semanas para prova, dali em diante o volume caiu bastante para recuperar o meu corpo. Segui o planejamento elaborado pelo meu técnico Wanderlei Oliveira, que foi o responsável pela preparação do Márcio Milan, primeiro brasileiro a completar a prova em 1997!

Comrades Marathon – Cleber Isbin

A Corrida…
Lá estava eu, na cidade de Durban, na África do Sul, juntamente com 20.000 pessoas ansiosas pela largada, restavam 30 minutos para o tiro do canhão, ainda era noite e estava muito frio.
Ao invés de me aquecer, decidi sentar-me ao chão e meditar, sentir a energia daquele momento especial em minha vida, a ansiedade se transformou em gratidão, paz e alegria.
Ao ouvir 20.000 pessoas entoando o canto Shosholoza (criado pelos trabalhadores das minas de carvão) em uma só voz, eu permiti me emocionar, chorar e agradecer pela oportunidade de viver este momento.
Após o tiro do canhão, tentei me posicionar entre as pessoas que correm no meu ritmo, após 2 km eu consegui encaixar meu ritmo, que estava um pouco mais rápido que a minha zona de conforto.
Ao iniciar o trecho das colinas, eu me concentrei nas subidas, minha meta era não andar.

Comrades Marathon – Cleber Isbin

Passei pelos primeiros 42 km, que eram os mais íngremes, com 3 horas e 9 minutos.
A segunda metade da prova cobrou o preço de uma Comrades, o sol esquentou, o ritmo caiu, as dores musculares apareceram.
Mas eu tinha uma meta em minha mente, correr abaixo de 6 horas e 39 minutos, então comecei a fazer cálculos e economizar energia.
Não parei em nenhum momento, não precisei ir ao banheiro, comer e beber era sempre correndo.

Restando poucos quilômetros, fui ultrapassado por uma mulher russa que estava em segundo lugar na prova.
Segui com meu planejamento, lutando contra minha mente e meu corpo, a vontade de caminhar ou fazer uma pausa era enorme, mas o cronometro não me permitia.
Ao entrar no jóquei clube, havia uma multidão de pessoas gritando, bandeiras de inúmeras nações tremulando, eu pude ouvir o narrador dizer:

Comrades Marathon – Cleber Isbin

 From Brazil Clébá
O choro foi automático, ao cruzar a linha de chegada eu travei o meu relógio, 6 horas e 38 minutos (ritmo médio de 4 minutos e 36 segundos por quilometro).
Foi uma das melhores sensações que já tive na vida, a certeza que entreguei tudo o que foi possível para a rainha Comrades.

Comrades Marathon – Cleber Isbin

Cleber Isbin, 39 anos, nasceu em Jardinópolis, São Paulo. Médico veterinário. Recordista Desafio Samurai 67 km Uphill 5h23.

Autor do livro Correndo das Drogas. Palestrante (@cleberisbin)

dbbwanderlei

Técnico fundador do Clube Corpore, em 1982, e do Pão de Açúcar Club, em 1992. Desde 2000 é comentarista e blogueiro.

Adicionar comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Wanderlei Oliveira

Iniciou no atletismo em 1965. Já percorreu o equivalente à três voltas ao redor do planeta Terra. Técnico fundador do Clube Corpore, em 1982, e do Pão de Açúcar Club, em 1992. Desde 2000 é comentarista e blogueiro.

Mais Categorias