Treinamento intervalado

Atletismo
Foto crédito: Cadu Vigília - NRC - Pista de atletismo - USP
Wanderlei Oliveira
Escrito por Wanderlei Oliveira

Na fase de preparação específica do treinamento, são enfatizadas todas qualidades de um atleta. O principal objetivo é preparar o organismo para suportar a intensidade das competições.

O “interval-training”, é um método de treinamento idealizado pelo técnico alemão Woldemar Gerschller, em 1939.
No ano de 1952, Gerschller e o fisiologista também alemão Herbert Reindell formulam a concepção científica de treinamento intervalado.

As distâncias escolhidas eram de 100, 200 e 400 metros com tempos preestabelecidos, que eram realizadas em pista de atletismo, o intervalo entre as repetições não ultrapassavam aos 90 segundos de pausa ativa (caminhada ou corrida lenta).

Este método é utilizado para desenvolver a resistência anaeróbia, resistência aeróbia, resistência muscular localizada, velocidade de deslocamento e força explosiva. É um treino que exige o máximo do praticante. Por isso, não é recomendado fazer esse trabalho sem uma “base” mínima adequada.

Os riscos de contusão são muitos. Principalmente quando não há um planejamento estratégico, estabelecido por um técnico com experiência comprovada. Existe o momento certo para esse tipo de trabalho.

O primeiro brasileiro a utilizar este método foi Edgard Freire, quando estabeleceu o recorde brasileiro dos 5.000 metros nos anos 50, abaixo dos 15 minutos. Hoje, aos 86 anos, o professor Edgard, continua os seus treinamentos em pista.

Sobre o autor

Wanderlei Oliveira

Wanderlei Oliveira

Técnico fundador do Clube Corpore, em 1982, e do Pão de Açúcar Club, em 1992. Desde 2000 é comentarista e blogueiro.

1 Comentário

  • Professor, sempre tive uma dúvida sobre intervalados.

    Na sua opinião, qual a forma correta de fazê-los em termos de velocidade? Pra morrer nos primeiros, mesmo que o ritmo caia nos últimos ou um ritmo forte, porém mais constante?

    Abs

Deixe o seu comentário