Trabalho em equipe

WO Equipe
Foto crédito: Gisele Oliveira

Planejamento estratégico. O segredo do sucesso!

II prova da Ilhabela CORPORE Terra e Mar – 105,9 km, evento que reuniu mais de 400 atletas, no dia 18 de maio de 2002.

Quando o técnico vai selecionar os atletas para integrar sua equipe, ele verifica o tempo de cada um e projeta o tempo final possível a ser atingido. Todos os integrantes deram sua opinião para o capitão da equipe, o estrategista Antônio Carlos Fiore.
Vários fatores foram levados em conta, como por exemplo: – qual o corredor mais rápido, o mais forte, o líder da equipe, o que possui mais garra, o que corre melhor em subida, o mais agitado e ansioso – (normalmente este atleta costuma ser o primeiro da equipe), qual o mais tranqüilo.

De posse de todos estes fatores e informações, os atletas são posicionados estrategicamente de acordo com seus pontos mais fortes, para que a equipe possa atingir o seu máximo no momento da competição.
A integração e sinergia entre técnico e atletas é outro fator de suma importância para que tudo de certo na hora certa, além é claro da determinação pessoal de cada atleta de se auto superar em prol da equipe.

No atletismo de alta competição onde frações de segundos determinam uma equipe vencedora, tudo tem que ser analisado, e muito bem sincronizado, para que no momento da execução seja feito com a mais naturalidade possível.

Companheirismo: já nas provas pedestres, muitas vezes um companheiro de equipe pode suprir ou recuperar o tempo perdido pelo outro integrante (uma vez que as distâncias são mais longas e realizadas em percursos variados que compreendem subidas, retas e descidas).

Logística: as reservas na pousada foram feitas com duas semanas de antecedência; foram realizadas várias reuniões com todos os integrantes da equipe para definir posicionamento na prova; utilizamos 3 carros (1 carro líder – que acompanhava o primeiro atleta, um carro de apoio – que colocava os atletas nos postos, e um carro na base da natação); trabalhamos com 3 pessoas no apoio durante a prova (distribuição de água, incentivo e cadência do ritmo em cada trecho) uma jornalista e fotógrafa; foram utilizados 3 celulares; consumidos mais de 3 caixas d´água, 20 gatorades, 50 lanches, aminoácidos flaconetes e comprimidos, carboidratos em gel; cada atleta utilizou (3 a 4 pares de tênis durante a prova), 2 trocas de roupas e meias; repelente (1 em cada carro – para ser usado antes de todas as etapas), protetor solar, protetor labial; 4 toalhas de banho em cada carro; lenços para limpeza.

Planejamento e apoio em São Paulo: várias pessoas

Últimos acertos: a apresentação de toda a equipe foi às 17 horas na Ilhabela no posto da CORPORE na BL3, o jantar foi realizado às 19 horas, e às 21 horas todos já estavam descansando para enfrentar o grande desafio e estar disposto para o desjejum que fora servido às 4 horas da manhã.

Largada: chegamos às 5 horas para apresentação no local de largada, fizemos 15 minutos de alongamento, 20 minutos de trote e retas de 50 metros, posicionamento na largada às 5h42 – largada às 5h43.
Resultados dos trechos (total de 16):

6,4 km – 1º lugar (geral) – Wanderlei Oliveira – 27:27 / 4´17 km
9,6 km – 14º lugar – Antônio Carlos Fiore – 44:43 / 4´39 km
6,0 km – 11º lugar – Ana Luiza Anjos Garcez – 26:23 / 4´24 km
4,8 km – 2º lugar – Sandro Eduardo Figueiredo – 16:47 / 3´30 km
8,0 km – 5º lugar – Edmilson Santos – 31:18 / 3´55 km
8,3 km – 3º lugar – Wanderlei Oliveira – 38:46 / 4´40 km
5,6 km – 11º lugar – Antônio Carlos Fiore – 24:06 / 4´18 km
1,0 km – 37º lugar – Milton Magalhães Costa – 18:45
7,9 km – 13º lugar – Ana Luiza dos Anjos Garcez – 37:45 / 4´45 km
12 km – 1º lugar (geral) – Sandro Eduardo Figueiredo – 44:55 / 3´45 km
7,4 km – 3º lugar – Edmilson Santos – 24:53 / 3´22 km
4,5 km – 3º lugar – Wanderlei Oliveira – 20:11 / 4´29 km
3,8 km – 13º lugar – Antônio Carlos Fiore – 17:17 / 4´33 km
8,8 km – 12º lugar – Ana Luiza Anjos Garcez – 42:04 / 4´47 km
3,8 km – 3º lugar – Sandro Eduardo Figueiredo – 13:10 / 3´28 km
4,5 km – 4º lugar – Edmilson Santos – 16:43 / 3´43 km
0,5 km – 31º lugar – Milton Magalhães Costa – 9:40
3,0 km – 2º lugar – Equipe 1 – 12:28 / 4´09 km

5º lugar no geral – Campeã – categoria após 40 anos – tempo total de 7h47min11 – 39 segundos abaixo do previsto pelo Fiore

Barreira das 8 horas: apenas 6 equipes chegaram abaixo das 8 horas

No cinema, a força de uma equipe ficou sintetizada na seguinte frase “um por todos e todos por um”

Deixe uma resposta